terça-feira, 19 de março de 2013

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ AO PORTADOR DE FIBROMIALGIA. É POSSÍVEL



   "Aposentadoria por Invalidez aos portadores de Fibromialgia. É possível?"
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
        
 
   A síndrome da Fibromialgia é classificada no Cadastro Internacional de Doenças (CID 10), sob o código M79.0 e manifesta-se em milhares de pessoas espalhadas pelo mundo.

O principal sintoma da síndrome é a dor generalizada pelo corpo, geralmente seguida de cansaço, perda de energia e fadiga, bem como distúrbios do sono, rigidez no corpo, sensação de inchaço e formigamento.

Não é raro doenças como a depressão, tendinite, artrite e distúrbios hormonais acompanharem a doença.

Muitas pessoas apresentam um, alguns ou todos os sintomas mas, apesar de passarem por dezenas de profissionais, não encontram a causa de sua aflição. Isso porque o diagnóstico da fibromialgia baseia-se na identificação dos pontos dolorosos. Ainda não existem exames laboratoriais ou radiológicos que identificam a síndrome.

E é na dificuldade de identificação da doença que está o maior obstáculo para se conseguir a aposentadoria por invalidez.

É certo que a doença é incapacitante. Basta uma anamnese para notar o sofrimento dos portadores e a consequente falta de habilidade laboral. Portanto, partindo da real possibilidade de requerimento da aposentadoria por invalidez tendo em vista seu atributo incapacitante, devemos saber onde pedir e as chances de êxito no pedido.

O pedido administrativo no INSS deve ser descartado, tendo em vista o não reconhecimento da aposentadoria por invalidez para a síndrome da Fibromialgia.

Já que o administrativo não satisfaz a necessidade dos interessados, o jeito é pedir no judicial.

Para o requerimento judicial da aposentadoria por invalidez, o trabalhador deve portar necessariamente o laudo médico particular atestando sua incapacidade permanente para as funções laborativas.

Mesmo com o laudo particular, o interessado ainda será submetido a uma perícia judicial com um profissional indicado pelo Juiz. Ele também deverá confirmar a invalidez permanente. Se assim for, as chances de uma decisão favorável aumenta consideravelmente.

A pergunta que costumeiramente se faz é: vale a pena encarar um processo judicial? Quais as chances de ganhar o processo?

Estatisticamente não há como avaliar as chances de êxito, até porque se trata de um entendimento individual do Juiz que julgará a causa. Mas as chances são grandes quando há um documento apontando a incapacidade permanente.

Para alimentar a esperança em centenas e milhares de aflitos, portadores da síndrome, importante destacar algumas decisões judiciais favoráveis ao benefício.

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais decidiu em 30 de abril de 2008 conceder o benefício à interessada sob o seguinte argumento "comprovadas a invalidez permanente e total por doença e a conseqüente impossibilidade de reabilitação para o exercício de atividade garantidora da subsistência do obreiro, é de ser deferida a aposentadoria por invalidez, impondo-se que a dúvida a respeito do nexo de causalidade seja dirimida em favor do requerente, por força do principio In Dúbio Pro Misero e no sentido social da legislação infortunística." (TJMG - 11ª Cam. Cível; ACi nº 1.0024.06. 100773-8/001 - Belo Horizonte - MG; Rel. Des. Afrânio Vilela; j. 30.04.08, vu).

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso também já decidiu favoravelmente a beneficiária, sob o argumento: "quanto a definição do diagnostico, tem-se que a doença que aflige a beneficiária (fibromialgia) é verificável por exames clínicos. Ressalte-se, inclusive, que a perícia foi acompanhada por médico do INSS, que manifestou expressa concordância com os termos do laudo." (TJMT - 1ª Turma - Processo número 2006.36.00.700242-0, Juiz Federal Julier Sebastião da Silva).

O Tribunal de Justiça de São Paulo, por sua vez, tem decisões concedendo o beneficio e o contrário também. As opiniões estão bem divididas. Ocorre que o beneficio geralmente é concedido quando o interessado é portador de outras doenças como túnel do carpo, tendinite, ler ou síndromes depressivas.

Em todo caso, o importante é buscar alternativas para a difusão da síndrome, sendo certo que as grandes mudanças começam com um primeiro passo.

Editado por Patrícia A.  Alvarista     
Por Saúde Legal

 

70 comentários:

  1. Ola,Patricia eu agradeço,por esta noticia que voce postou.
    Eu estava precisando mesmo saber que teria alguem lutando pela causa de tantas que estão sofrendo,e sem ser compreendidos,eu agradeço a Deus por existir pessoas como voce,e outras que estão lutando por pessoas que são consideradas como nada,desrrespeitadas,e encompreeendidas pelo governo e pela sociedade por que não carregam o fardo das dores que todos que tem Fibromialgia,só quem sente é que conhece a dor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho fibromialgia e sinto muita dor, não tem um dia que não sinto essa dor horrível , não consigo trabalhar , porque é muito desconfortáveil , tentei alguns exercícios mas não descobrir um mais cômodo pra mim , porque todos DOI muito , tem dia que me dar vontade só de chorar e um desanimo tão grande. Quem não tem esse problema acha que é frescura ,mas só quem sofre que sabe.

      Excluir
    2. Sou Elisângela esse Email é do meu filho

      Excluir
    3. Sou Elisângela esse Email é do meu filho

      Excluir
    4. Sou Ana ,portadora de fibromialgia a dois anos , tdo começou comuma dornos pulsos muito forte.Me tratei com um ortpedista uma ano (ele achava que era sindrome de túneldo carpo)Disse :não dou conta de dsua mão .Este ano foi pelo psiquiatra -Possuo fibro imcapacitante +artalgia difusa em duas mãos(detalhe sou professora de artes a alfabetizadora .Os colegas me olham com raiva pois tenho atestados constantes .Espero em Deus porque o reme´dios que tomo (engordei 15 kg ) que tristeza ...e ainda tenho que fazer os trabalhos de casa .

      Excluir
  2. Só sabe o que e a dor quem sente,quem não tem ou não tem parente que são portadores da fibro,não sabe o nosso sobrimento.por isto pedimos socorro. a autoridades,aos politicos e principalmente a DEUS que não nós desamparem.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Patrícia! Então descobri essa semana que sou portadora de Fibromialgia desde 2010 que foi quando começaram meus problemas. Fiz uma cirurgia para descompensar o nervo ulnar e de lá pra cá minha vida virou um transtorno. Tenho dores terríveis hora numa parte toda do corpo, hora noutra parte, fadiga, insonia, intestino preso, dores forte de cabeça e desenvolvi tendinopatia no glúteo esquerdo, tendinite nos dois punhos e bursite nos dois ombros, além de protusões discais na lombar e cervical. O INSS me liberou para voltar a trabalhar mas como? Onde trabalho preciso de pegar peso, subir e descer escadas além de ficar agachada tbm. Segundo a perita meu caso não é para reabilitação sendo que no ponto de vista dela, posso voltar para o setor de antes. Fui passar pelo médico do trabalho que não me deu alta e me considerou inapta para voltar a trabalhar. Na minha casa quem faz td é meu marido, chega do serviço e vai fazer os afazeres domésticos que era pra eu fazer. Nem arrumar meus cabelos eu consigo tem dias. É bom saber que posso lutar para tentar me aposentar por invalidez. Faço tratamento com psiquiatra desde 2011 ano este que tentei suicídio 2 vzs. Obg por lutar por nós portadores dessa doença que limitante e dolorosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. faço DE SUAS PALAVRAS AS MINHAS ...DEPOIS DE ALGUNS ANOS ,AGORA QUE OS MÉDICOS ESTÃO SUSPEITANDO DESSE DIAGNOSTICO. PASSEI 6 ANOS AFASTADA DO TRABALHO POR DEPRESSÃO E AS PESSOAS NO INSS ME OLHAM COM OLHAR CRITICO, ALGUNS MOMENTOS LEVEI PEDIDOS DE LICENÇA COM AS DORES NA COLUNA,MAS O MEDICO NEM OLHAVA ME DAVA LICENÇA PELA DEPRESSÃO,AGORA DISSERAM QUE TENHO Q VOLTAR A TRABALHAR E QUE TANTO A DEPRESSÃO E AS DORES NO MEU CORPO SÃO DOENÇAS COMUNS E TRATÁVEIS. DEVIDO AO TRATAMENTO, MEIO QUE IRÔNICO VINDO DA PARTE DOS MÉDICOS ME SINTO UMA PALHAÇA. VOU VOLTAR A TRABALHAR E VOU SOFRER AS CRITICAS DOS COLEGAS DE TRABALHO ,PORQUE VOU VIVER DE ATESTADO E FAZENDO FISIOTERAPIA, ACUPUNTURAL ,FORA AS CONSULTAS,SENDO ASSIM DEPENDENDO DO DIAGNÓSTICO DA REUMATOLOGISTA, VOU PROCURAR MEUS DIREITOS PELA JUSTIÇA FICO FELIZ EM LER ESSES DEPOIMENTOS E A INICIATIVA DA PATRICIA. HÁ, SOU PROFESSORA TAMBÉM ...UM ABRACO MEU AMAIL,CASO QUEIRA SE COMUNICAR .CLAUDIARIBEIROGIRAO@GMAIL.COM

      Excluir
  4. Bom dia Patricia. Venho sofrendo muito há uns 10 anos. além disso já operei o túnel do carpo da mãe direita e tenho que operar o da esquerda também! Sofro muito com a depressão que me levou a tentar suicídio por 3 vezes. Já fui internada em clinicas psiquiátricas por várias vezes, em consequência das dores insuportáveis e depressão! Sendo que nada mudava, apenas eu podia chorar e gritar de dor sem atingir minha família! Faço tratamento com anti depressivos e remédios para dormir mas acordo sempre com muito cansaço e sem vontade de nada.Minha vida social foi totalmente atingida, não tenho vontade nem de ir a um super mercado. Tentei fazer exercícios recomendados mas as dores aumentavam ao invés de reduzir as dores. Me afastei do trabalho várias vezes, mas logo caia internada outra vez. Pois a crise mais forte que tive foi devido a três agressões físicas sofridas dentro do meu ambiente de trabalho por uma colega sem motivo algum e minha chefia me mandou calar porque eu não tinha testemunha e que eu e ela poderíamos ser postas na rua por justa causa. Ah! Ainda me fizeram assinar uma carta de advertência! Isso acabou comigo, pois eu dava o melhor de mim para esta empresa e era querida por todos, com exceção desta, que acredito que por inveja me agredia. Bem já fazem 2 anos que não consigo mais retornar nem por um dia ao trabalho e estou encostada no INSS. Sei que se retornar ao trabalho minhas dores ficarão mais fortes e a depressão também. Não sei mais o que fazer? A cada perícia marcada fico muito tensa, com pânico que me façam retornar ao trabalho. Me ajude, for favor?
    Grata,
    Astrid.

    ResponderExcluir
  5. Espero que finalmente alguém entenda, que portador de fibromialgia não é demente mental e sim portador de uma síndrome cronica e com bastante dor.

    ResponderExcluir
  6. Realmente;muitos não entendem o que sentimos ,acham eles que nada sentimos e que são frescuras, quando falamos das dores que sentimos....Eu tenho desde pequena essas dores, porém minha mãe nada sabia. Com os anos é que vim falar dela, as dores....Sofro muito. dores em todo o corpo,já não tenho nem posição para sentar ou deitar.....preciso de mais ajuda....

    ResponderExcluir
  7. O pior é que toda está tensão de dores, stress , vulnerabilidade acaba afetando cada vez mais nosso sistema nervoso e o quadro da patologia só se agrava .

    ResponderExcluir
  8. Vou me aposentar da função de professora em abril de 2014. Durante 25 anos enfrentei tantas dores me valendo de analgésicos e aculpuntura para poder ir ao trabalho, nada fácil gente. Estou próximo dos 50 anos com o estômago frágil pelo efeito dos remédios.

    ResponderExcluir
  9. Me sinto impotente. Não fosse Deus não sei o que faria. Minhas dores são constantes; depois que me orientaram a evitar tantos anti-inflamatórios pois pode prejudicar os rins, vivo quase sempre com dores. O que tem me ajudado bastante são uns exercícios postados como "ceragem" no youtube que faço e depois consigo me mexer melhor pois meus membros tem ficados enrijecidos e com a dor fico pior ainda. Agradeço a amiga por estar tentando nos ajudar e peço que Deus lhe inspire a conseguir a vitória a nosso favor.

    ResponderExcluir
  10. Nem sei se o que é pior: se são os médicos que te dizem que vc pode trabalhar cheia de dor e se sentindo uma inútil. ou se é vc se sentir uma inútil por causa da dor!!!!!!!!!!!! Tenho câimbras nos dedos da mão. dores por TODO corpo, muita indisposição, vontade de ficar sozinha. E ainda tenho que trabalhar............

    ResponderExcluir
  11. Meu médico me disse que tenho uma doença crônica de dores, e me encaminhou para um reumatologista que diagnosticou: Fibromialgia, Artrose, Hernia de Disco e uma possível Osteoporose, e o pior, estão centradas na região lombar. Isto não é causa de conseguir aposentadoria, mesmo tendo contribuído a 15 anos com o INSS. E o pior, é que não consigo ficar muito tempo em pé e se me assento, dá trabalho para caminhar. O que fazer? Ainda não tenho nem 50 anos, e portanto pelo menos mais uns 12 anos de dor sem poder trabalhar tendo um bom desempenho.

    ResponderExcluir
  12. Sou fribromialgico,e não quero que os que criticam sobre tal doença,não sintam um dia com as dores que temos pois se isso acontecer vão rever suas palavras ao invés de criticar e dizer que é frescura, DEUS os livre...

    ResponderExcluir
  13. sou simone kremer tenho fibriomialgia 11 anos a 3 anos não vivo mais a dor e insuportavel acordo com dor e vou dormi com a ja intrei na justiça federal estou esperando a resposta sei que ninguem da bola por que nois sentimos mais vou tentar mais uma vez tenho vontade de morre ja fui pra morfina mesmo assim nao adiantou

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou portador dessa doença ..isso é horrivel

      Excluir
  16. Sofro como tidos que comentaram desde 2004 diagnosticado, as dores começaram antes. Tenho pensado se poderiamos marcar u dia pr nos reunir em Brasilia, passificamente, mesmo pq não temos mesmo condiçães de ser agrecivos, afinal co tantas dores já será difícil minha ideia, para levar nossas dificuldades até quem faz as leis, e com a divulgação levar ate pessoas que a possuem e não sabem, pois se dependem do atendimento do governo, nunca vão dar este diagnóstico ao portador, vão fazer o que provavelmente cad um de nos ja passou, ser chamado indiretamente de mentiroso, inventando para nao trabalhar e muitas outras coisa que ja ouvi. Eu sozinha não tenho força, mas tenho visto que o número de portadores de fibromialgia sao de um número maior que imaginava e se nos unirmos podemos fazer algo. Sentar na praça em frente com cartazes pedindo reconhecimento. Bom é uma idea desesperada, não aguento mais tanta dor e descaso, sem falar que gastanto em tratamento que nem posso sair. Obrigada gente por estarem aqui para os desabafos.

    ResponderExcluir
  17. Sofro como tidos que comentaram desde 2004 diagnosticado, as dores começaram antes. Tenho pensado se poderiamos marcar u dia pr nos reunir em Brasilia, passificamente, mesmo pq não temos mesmo condiçães de ser agrecivos, afinal co tantas dores já será difícil minha ideia, para levar nossas dificuldades até quem faz as leis, e com a divulgação levar ate pessoas que a possuem e não sabem, pois se dependem do atendimento do governo, nunca vão dar este diagnóstico ao portador, vão fazer o que provavelmente cad um de nos ja passou, ser chamado indiretamente de mentiroso, inventando para nao trabalhar e muitas outras coisa que ja ouvi. Eu sozinha não tenho força, mas tenho visto que o número de portadores de fibromialgia sao de um número maior que imaginava e se nos unirmos podemos fazer algo. Sentar na praça em frente com cartazes pedindo reconhecimento. Bom é uma idea desesperada, não aguento mais tanta dor e descaso, sem falar que gastanto em tratamento que nem posso sair. Obrigada gente por estarem aqui para os desabafos.

    ResponderExcluir
  18. É mesmo muito bom ter pessoas de bom coração,voltadas, amor ao proximo, compadecendo de seus problemas mesmo quando estes não são nada seu,b auxilia-os a trem soluções que parecem impossiveis de terem ; peço a Deus que de lhes bençãos e de condições para continuarem trazendo ao conhecimento dos que passam por tais agonias e parecem não ter ninguem por eles mas Deus move pessoas de corações bons para se envolverem em causas que pra muitos são perdidas e sem soluções pois dependem da boa vontade e de outros corações humanos que não são favorecidos da mesma visão da humildade e amor..Obrigado por você ser uma dessas pessoas.Eu não sei se tenho este problema mas sei que ultimamente minha pessoinha esta judiando muito de mim meu corpo doe muito e as vezes tbm não parece ter nada, as vezes qdo ando muito tenho calafrios e tenho que deitar e me embolar em cobertores ate passar todas as dores, fora fisgões em partes alternadas durante o trabalho, sou costureira deste meus 18 anos, parei durante o tempo que fiquei casada,em 2 anos de casada cuidei do meu marido pesando 94 kilos em uma cama por mais de 6 meses como um bebe e depois em cadeira de rodas, amuletas bengalas com aparelho até ele ficar bom e um bom tempo se separar e eu voltar a trabalhar como costureira novamente e o faço até hj onde estou com 47 anos aos 35 mais ou menos fui ao medico ortopedista que atendia por aqui em minha cidade na epoca e tinha já dores nas costas e ombros fiz exames pelo sus e fui passar por ele o ultrassom do ombro ele nem olhou e o rx da coluna na epoca ele falou que era coisa da idade que era pra eu passar gelo 3 x ao dia e tomar remedio se tivesse muita dor, como passar dos anos fiz outro exames rx, tomografia, de partes separadas neles contam regiam do pescoço 3 bicos de papagaios, o mesmo , sendo mais 3 na região do feixe do sutiãn e mais 1 no final da coluna com uma hernia de disco, mais hiperlordose, borciti e tendinite, tenho tbm um cisto na mão esquerda que as vezes doe e outras não,fora inchaço no pé esquerdo e dore pela perna tbm incluindo o quadril, o qual são as causa de qdo ando muito ou dependendo da maquina que trablho (reta) me causam muitas dores, a pouco tempo o medico clinico geral passou fisioterapia para eu fazer mas notei que com os exercicios começaram a altrar a minha pressão e dali por diante parei na 3 de 1'0 seções pois não sei se era pelo sistema nervoso de chegar atrasada na firma que é em outra cidade vizinha e o meu ganho é por produção e sendo divorciada sou a provedora da minha casa cuja o salario é o maior que entra pra juntar com os demais e organizar toda despesa da casa hj estou mais afligida em meu corpo pois feito outros exames entre alguns rotineiro como a mamografia mela deu nodulo de 7 e 9 mama esquerda, ml e mamas densas estou aguardando pelo sus o exame de ultrassom e passar no mastologista para ver; e fiz um ultrassom do abdomen total deu cisto e calculos em meu rim tbm aguardo consulta especialista urologista, pelo sus tbm,e ja estava tratando com um medico daqui o qual parou minha menstruação com dois anti-concpicional por causa do mioma e ovarios policistico ai as dores podem ser de um ou de outro pois doe ate meu pulmam tudo mais do lado esquerdo mas sindo dores tbm no direito não tão intensas qto ao esquerto ai eu pedi uma guia a qual tbm aguardo pelo sus o chamado para um reumatologista, pois tomo dois remidios de pressão pois do dia em que citei ela oscila entre a normal ai dependendo vai pra 14 ou como já foi a 18/9 sendo que a minha normal, sempre foi 9/6 então o que faço mediante a tudo isto como posso proceder pois olhando fisicamente estou bem tirando qdo mexe no meu estado de humor o qual nunca havia estado como fiquei a um tempinho atras coisa de um a dois meses atras ficava muito vermelha logo de manhã mesmo tendo tomado o remedio de pressão calor pelo rosto, vontade de chorar e sair correndo do meu trabalho, pedi muito a Deus que me tirasse aquilo pois eu não era aquela pessoa que eu estava vendo ressaltar no meu espelho..

    ResponderExcluir
  19. ola, meu nome é lindinete, farei agora em janeiro 30 anos. e a quatro descobri que tenho fibromialgia. tenho um filho, sou mãe solteira, e sofri muito na minha gravidez, sentia dor o tempo todo. Já tem dois anos e dois messes que estou desempregada, e não consigo arrumar trabalho, estou num relacionamento e ele disse que ja não aguenta mais me ouvir dizer que tudo dói. Não consigo se que brincar direito com meu filho que hoje tem oito anos. Confesso que ja me falta a vontade de viver, é muito difícil vc sentir algo que ninguém pode ver, ou sentir. Descobri também que tenho Tendinite no braço direito, e meu joelho esquerdo ta ficando muito inchado. tem dias q mão consigo coloca lo no chão. consigo mal mal lavar meu banheiro, me sinto indisposta pra tudo. se eu pudesse não levantaria da minha cama nunca mais. me sinto derrotada e com vergonha, na minha cabeça não entra nada de bom. nem um livro eu consigo ler mais. Me sinto muito mal porque não tenho emprego ai não posso pagar a fisioterapia p braço nem natação por conta da fibromialgia, faço caminhada as vezes mas dói tudo depois. E para ficar pior ainda tenho enxaqueca. Queria dar p meu filho uma vida melhor, poder fazer faculdade mas me sinto limitada. Sei que pode parecer loucura pois tem tanta gente doenças terminais e se conformam e lutam como pode. E eu não tenho força para lutar. me ajudem a sair desse buraco negro.

    ResponderExcluir
  20. fiquei ha mais ou menos 5 anos afastados.
    tenho fibromialgia, tendinite ja operei de síndrome do carpo mmss, de refluxo e hernia de hiato, de cisto no pé, de bexiga preguiçosa sendo que voltou o problema do túnel do carpo tenho tendinite nos dois ombros e joelhos alteração de tireoide, aparecendo cistos no cotovelo o inss me reabilitou, alias me mandou para meu trabalho para reabilitar fiquei 28 dias no administrativo para reabilitar de função, sinto muitas dores de fato que ate hj amanheço enrijecida não sei mas o que fazer nesse cinco anos sofri muito ate hj sofro estou fazendo o possível para me manter no meu trabalho.. pois preciso muito de meu serviço não sei o que faço.....

    ResponderExcluir
  21. ainda tenho 02 hernias lombar mas 3 cervical e nao consegui aposentadaria

    ResponderExcluir
  22. ainda tenho 02 hernias lombar mas 3 cervical e nao consegui aposentadaria

    ResponderExcluir
  23. ainda tenho 02 hernias lombar mas 3 cervical e nao consegui aposentadaria

    ResponderExcluir
  24. estou sofrendo com essa dor faz 10 meses decorrente de uma cirurgia no joelho tenho varios laudos ja fui em varios medicos mais nenhum, remedio faz efeito ja pensei suicidios varias veses tomo anti depressivo ja entrei com ação judicial contra nss tenho 20 anos pago de nss oque devo fazer parta conseguir aposentar essa doença é desconehcida?

    ResponderExcluir
  25. Oi descobri essa doença em 2010 tenho tunel do carpo ja operei três vezes e talves terei que operar n9vamente sinto muita dor dia e noite .não sei o q fazer

    ResponderExcluir
  26. Oi descobri essa doença em 2010 tenho tunel do carpo ja operei três vezes e talves terei que operar n9vamente sinto muita dor dia e noite .não sei o q fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também descobri em 2010, a noite sempre é a pior parte para melhorar eu costumo me agasalhar bastante mesmo durante o verão costumo tb tomar suco de uva com none tenta fazer uma experiência dessa pra vê se com vc vai funcionar abraços boa sorte

      Excluir
    2. Também descobri em 2010, a noite sempre é a pior parte para melhorar eu costumo me agasalhar bastante mesmo durante o verão costumo tb tomar suco de uva com none tenta fazer uma experiência dessa pra vê se com vc vai funcionar abraços boa sorte

      Excluir
  27. Oie meu nome é Glaubenice tenho 23 anos sofro com essa doença à 6 anos muito triste ninguém nem acredita que sentimos tais dores acham que estamos inventando ou que somos preguiçosos pra completar tenho tendinite no joelho onde moro sobe muita escada passo por várias dificuldades quando preciso ir ao médico pois não tenho plano de saúde os remédios são caros estão buscando alternativas para melhorar as dores. Gostaria de saber se é possível a aposentadoria?

    ResponderExcluir
  28. Oie meu nome é Glaubenice tenho 23 anos sofro com essa doença à 6 anos muito triste ninguém nem acredita que sentimos tais dores acham que estamos inventando ou que somos preguiçosos pra completar tenho tendinite no joelho onde moro sobe muita escada passo por várias dificuldades quando preciso ir ao médico pois não tenho plano de saúde os remédios são caros estão buscando alternativas para melhorar as dores. Gostaria de saber se é possível a aposentadoria?

    ResponderExcluir
  29. Antes de mais nada este email é da minha filha meu nome é Keyla spinoza...tbm sofro com essa doença chamada de fibromialgia, desde de 2010,fui negada pelo o INSS duas veses ,contratei um advogado e ganheei a calsa..mais não tenho melhoras..como faço apos terminar meu auxilio doença...

    ResponderExcluir
  30. Sou mãe do Igor tenho fibromialgia e sofro muito estou sempre indisposta e cheia de dores por todos os lados tenho insônia estou sempre com os pés e mãos inchados e adormecidos me doi até a arcada dentaria não tenho disposição nem pra fazer serviços de casa tenho efeito sanfona emagreço e engordo meu intestino as vezes solta e derrepente prende meu médico me deu um laudo fui atras mas não conssegui nada o adivogado disse que é impossivel o afastamento por fibromialgia minha pressão tbem não contola preciso ser orientada ,Obigado.

    ResponderExcluir
  31. Sou mãe do Igor tenho fibromialgia e sofro muito estou sempre indisposta e cheia de dores por todos os lados tenho insônia estou sempre com os pés e mãos inchados e adormecidos me doi até a arcada dentaria não tenho disposição nem pra fazer serviços de casa tenho efeito sanfona emagreço e engordo meu intestino as vezes solta e derrepente prende meu médico me deu um laudo fui atras mas não conssegui nada o adivogado disse que é impossivel o afastamento por fibromialgia minha pressão tbem não contola preciso ser orientada ,Obigado.

    ResponderExcluir
  32. Olá sou portadora de fibromialgia, diagnósticada desde 2007 e só piorou principalmente a minha memória não é mais a mesma está muito difícil esquecimento são muitos, e as dores são muito fortes na cabeça então quose fico louca não posso mexer que parece que vai abrir, me dê a resposta se a FM nos prejudica a memória e tem volta, obrigada!

    ResponderExcluir
  33. Olá sou portadora de fibromialgia, diagnósticada desde 2007 e só piorou principalmente a minha memória não é mais a mesma está muito difícil esquecimento são muitos, e as dores são muito fortes na cabeça então quose fico louca não posso mexer que parece que vai abrir, me dê a resposta se a FM nos prejudica a memória e tem volta, obrigada!

    ResponderExcluir
  34. Eu não sei como vai ser pois passei por uma Perícia hoje no Inês com laudos de síndrome do Pânico,bruxismo agudo,disfunção de ATM e dores ciaticas mas durante a Perícia o Perito constatou que tenho é Fibromialgia,tenho mt dor de cabeça,dor nas pernas que ñ aguento andar,insonia,que pioram qd sinto mt medo de tempestades ai junto vem tontura constante e pouca visão e eu trabalho fazendo bolos,doces e salgadinhos para festas mas ñ tenho conseguido trabalhar pq as dores e tonturas são constantes agora vou aguardar o resultado da perícia!!!

    ResponderExcluir
  35. Eu não sei como vai ser pois passei por uma Perícia hoje no Inês com laudos de síndrome do Pânico,bruxismo agudo,disfunção de ATM e dores ciaticas mas durante a Perícia o Perito constatou que tenho é Fibromialgia,tenho mt dor de cabeça,dor nas pernas que ñ aguento andar,insonia,que pioram qd sinto mt medo de tempestades ai junto vem tontura constante e pouca visão e eu trabalho fazendo bolos,doces e salgadinhos para festas mas ñ tenho conseguido trabalhar pq as dores e tonturas são constantes agora vou aguardar o resultado da perícia!!!

    ResponderExcluir
  36. Eu não sei como vai ser pois passei por uma Perícia hoje no INSS com laudos de síndrome do Pânico,bruxismo agudo,disfunção de ATM e dores ciaticas mas durante a Perícia o Perito constatou que tenho é Fibromialgia,tenho mt dor de cabeça,dor nas pernas que ñ aguento andar,insonia,que pioram qd sinto mt medo de tempestades ai junto vem tontura constante e pouca visão e eu trabalho fazendo bolos,doces e salgadinhos para festas mas ñ tenho conseguido trabalhar pq as dores e tonturas são constantes agora vou aguardar o resultado da perícia!!!

    ResponderExcluir
  37. Eu não sei como vai ser pois passei por uma Perícia hoje no INSS com laudos de síndrome do Pânico,bruxismo agudo,disfunção de ATM e dores ciaticas mas durante a Perícia o Perito constatou que tenho é Fibromialgia,tenho mt dor de cabeça,dor nas pernas que ñ aguento andar,insonia,que pioram qd sinto mt medo de tempestades ai junto vem tontura constante e pouca visão e eu trabalho fazendo bolos,doces e salgadinhos para festas mas ñ tenho conseguido trabalhar pq as dores e tonturas são constantes agora vou aguardar o resultado da perícia!!!

    ResponderExcluir
  38. Eu não sei como vai ser pois passei por uma Perícia hoje no INSS com laudos de síndrome do Pânico,bruxismo agudo,disfunção de ATM e dores ciaticas mas durante a Perícia o Perito constatou que tenho é Fibromialgia,tenho mt dor de cabeça,dor nas pernas que ñ aguento andar,insonia,que pioram qd sinto mt medo de tempestades ai junto vem tontura constante e pouca visão e eu trabalho fazendo bolos,doces e salgadinhos para festas mas ñ tenho conseguido trabalhar pq as dores e tonturas são constantes agora vou aguardar o resultado da perícia!!!

    ResponderExcluir
  39. Eu não sei como vai ser pois passei por uma Perícia hoje no INSS com laudos de síndrome do Pânico,bruxismo agudo,disfunção de ATM e dores ciaticas mas durante a Perícia o Perito constatou que tenho é Fibromialgia,tenho mt dor de cabeça,dor nas pernas que ñ aguento andar,insonia,que pioram qd sinto mt medo de tempestades ai junto vem tontura constante e pouca visão e eu trabalho fazendo bolos,doces e salgadinhos para festas mas ñ tenho conseguido trabalhar pq as dores e tonturas são constantes agora vou aguardar o resultado da perícia!!!

    ResponderExcluir
  40. Antonia Leite de Oliveira.
    A pouco tempo descobri que as dores que sentia no corpo todo, com fadiga, indisposição, falta de energia, desanimo, tristeza, angustia tem o nome de Fibromialgia. Fiz consulta com a Reumatologista, mas ainda não fui diagnosticada, pois estou fazendo uma bateria de exames. Enfim, é necessário descartar outras doenças para então diagnosticar.

    ResponderExcluir
  41. Após ler esses comentários e ficar a par dessas informações , surge uma pergunta...tenho 52 anos e faço tratamento pra fibromialgia. Só na hora me dei conta de sintoma mto preocupante para m, além das dores constantes; PERDA de memória. Isso é fator muito importante e uma das grandes razões para se pedir auxílio do INSS?? Afinal além da incapacidade por causa da dor, a perda de memória é um grande agravante para quem trabalha. Podem me esclarecer melhor?

    ResponderExcluir
  42. Após ler esses comentários e ficar a par dessas informações , surge uma pergunta...tenho 52 anos e faço tratamento pra fibromialgia. Só na hora me dei conta de sintoma mto preocupante para m, além das dores constantes; PERDA de memória. Isso é fator muito importante e uma das grandes razões para se pedir auxílio do INSS?? Afinal além da incapacidade por causa da dor, a perda de memória é um grande agravante para quem trabalha. Podem me esclarecer melhor?

    ResponderExcluir
  43. Descobri que sou portadora da fibromialgia a 10 anos através de uma consulta com um reumatologista. De lá pra cá já sofri muito porque além das dores e demais problemas existe um preconceito muito grande por parte da sociedade,familiares e colegas de trabalho que muitas vezes te vendo reclamar, acho que é frescura e que atestados médicos são desculpas para não trabalhar. Isso tudo só piora o quadro, pois a gente se sente sozinho, desamparado. É deprimente. Vivo trocando de remédios, terapias, exercícios para ver se acho algo que melhora a situação. Mas apesar de tudo tento seguir em frente, já que minha voz de um fibromiálgico não comove muitas vezes nem mesmo alguns profissionais da área da saúde, então resolvi dizer que estou bem, estou ótima, sorrir qdo minha vontade é só chorar e ficar quietinha num canto. Peço a Deus todos os dias nesses dez anos alivio pra tanto sofrimento. É muita dor, inchaço, insônia, problemas intestinais, hormonais, insônia, fadiga, falhas de memória, dentre outros tantos sintomas que ficaria aqui um dia descrevendo. Gostaria de saber se o laudo para entrar com uma ação judicial deverá ser emitida exclusivamente por um reumatologista, ou pode ser por outro especialista? pois hoje em dia faço acompanhamento com um psiquiatra e um ortopedista.

    ResponderExcluir
  44. boa noite ,sou pessoa com fibromialgia, visto que portador porta algo e pode deixar de postar a qualquer momento , minha doença é cronica e tem muitos anos,vou tomar medicamento psiquiátrico para o resto da vida, tenho minha mobilidade reduzida, a fadiga cronica afetou meu casamento, minha rotina e minha vida social. gasto em media 400 reais entre remedios e medico, onde estao meus direitos? o que eu preciso para melhorar minha qualidade de vida, ou ter uma vida digna, ? como me sinto abandonada em meio a uma sociedade que não me ve e nem me respeita ? tanto debate ,mas na hora de exercer os direitos do fibromialgico cade ?
    nos pessoas com fibroialgia precisamos de direitos , direito a passe livre municipal ,direito a aposentadoria por tempo de contribuição especial, direito a leis de cotas, a horario reduzido de trabalho, a medicamentos pelo sus,a fisioterapia . o que eu fiz por mim ,entrei para subcomissao de pessoa com deficiencia de do rs , a fim de lutar para reconhecer as deficiencias causadas pela fibromialgia e lutar para ter direitos reconhecidos na minha cidade,no meu estado e no meu pais, quem quiser dar seu depoimento ou criar uma petiçao para reconhecer fibromialgia como deficiencia por favor entrem em contato comigo vamos nos unir,
    contato janinepitia@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  45. Tenho fibromialgia há mais de 4 anos,e sofro de síndrome do túnel do carpo na mão direita e moderada na mão esquerda,por causa da fibromialgia não posso fazer a cirurgia,pois nenhum médico da unimed quiz se responsabilizar pela cirurgia.Tenho momentos de crises,só eu sei como passo esses dias.Tive crises há uns dois meses atrás,minha mão direita enchou,meu dedo endureceu,as dores eram severas,cansaço,fadiga,e ainda tenho disturbio do sono,tomo remédios controlados e me cuido da depressão.O que devo fazer?

    ResponderExcluir
  46. Boa noite eu me chamo Sandra e depois de 10 meses investigando uma dor intensa nos ombros ,braços ,quadril ,joelhos e através de exames foi detectado:discopatia degenerativa da coluna lombar ,espondilose na cervical,bursite na bacia esquerda ,em outubro eu tomei um tombo no meu trabalho e torci o tornozelo ,de la pra cá comecei a sentir dores fortes ,entrei em depressão por ter sido vitima de constrangimento no trabalho com colegas ,pedi ajuda e não tive ,e com isso comecei a investigar o que me causava insonia ,dor de cabeça ,dor difusa ,e tremedeira nas pernas ,fadiga ,diarreia constante ,ou prisão de ventre ,formigamento nas mãos e nos pés ,esquecimentos e recentes ,ando de muletas ,por que já tive 4 quedas e 4 altas do inss ,a empresa que eu trabalho e de transporte coletivo ,minha função e de cobradora /fiscal ,passei por muitos estrese e hj só sinto alivio de repouso tenho 49 anos sou uma mulher que trabalhava em 2 empregos ,e hj tenho limitações ate pra mim vestir , eu irei passar por mais uma perícia esse mês ,espero ter sorte com pois me sinto incapacitada ,desanimada ,sem forças ,um sono que por mais que eu durma ,não durmo direito ,fica aqui mais uma participante desse grupo ,e gostaria de saber quais são os meus direitos ,estou afastada do trabalho desde dezembro de 2015 e agora foi diagnosticado a fibromialgia

    ResponderExcluir
  47. Tambem tenho fibromalgia sinto muitas dores muita fraqueza,nervoso,e nao aguento nem subir escadas nem ficar por minutos em pe minha vontade e so ficar deitada tenho tambem mononeuropatia isso acho que influencia na dores ainda trabalho mais e muito triste sentir dores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente a dor que citei acima sobre fibromalgia nao e de miriam nao o meu nome e gilcelange

      Excluir
  48. Mirian ,eu posso imaginar sua dor!Porque sofro asmesmas dores ...todos os dias.As vezes fico de licença uns dias , volto a trabalhar!Sem melhoras ,fico depressiva , as vezes mudo de humor ..Todos os dias medicameentos:Manhã-Velija 60 mg (fico lerda) a noite dorene de 75 e rivotril 2mg (as dores não melhoram parece que fico anestesiada..quando acordo várias vezes á noite sinto tudo de novo ! SOmente DEUS para nos ajudar os médicos não podem fazer nada ...

    ResponderExcluir
  49. Lendo esses comentario me desanimou ainda mais essa dor é maldita nada passa e ninguem acredita na gente nem reclamo mais tenho vergonha tenho vontade de morrer pra acabar com tudo isso...

    ResponderExcluir
  50. Boa noite, tenho conhecimento da fibromialgia há mais ou menos 3 anos, mas sinto as dores desde criança. Hoje foi um dia em que senti tanta dor que tomei remédio para dormir o dia inteiro. Me sinto sozinha, conheço apenas uma pessoa que sente algo parecido e que me entendi, minha família e amigos acham que sou manhosa e que é depressão, pensam que as dores são imaginárias. Ano passado tive uma queda grave na escada do trabalho e depois disso minha vida virou um pesadelo, fui demitida e fiquei sem convênio. Estou com exames que provam que tenho hérnia e escoliose na coluna, mas mesmo assim não consegui nada no inss, estou encaminhando tudo para processo, cada dia é uma batalha, pesquiso muito sobre os sintomas e tento não enlouquecer com tantas dores e solidão, as pessoas se afastam já que não temos uma vida social ativa.

    ResponderExcluir
  51. Tenho um casal de adolescentes que são tudo na minha vida.Penso somente no bem deles ultimamente...
    E msm sabendo que eles sofreriam sem mim, eu já pedi à Deus em desespero de dor, quê me levasse com E'LE.
    Fico triste ver meus filhos crescer sem minha participação total.Me chamarem p/ sair do quarto...
    Jesus! Cura-nos.
    Ministérios​ e responsáveis pelo atendimento à saúde dos brasileiros:"nos amparem".
    Fui criada pra trabalhar e tinha orgulho.Hoje tenho preconceito comigo mesma em dizer que estou encostada no INSS."Que não é segurança eterna". Queria só me curar...😢

    ResponderExcluir
  52. Estou com 39 anos e à mais de um ano que descobri mais essa doença além da Depressão.
    Q Deus tenha piedade de tds...

    ResponderExcluir
  53. tenho fibromialgia, gostaria de fazer parte de algum grupo de ajuda. estou entrada em desespero, acho que to ficando louca. alguns medicos me falam que é frescura outros ja me falam que é tudo coisa da minha cabeça. tomo remedio todos os dias para tudo. fiz acompanhamento com psicologos e agora tenho que ir para um psiqueatra...mais fico pondo na minha cabeça que psiqueatra é pra doido. eu não sei mais o quer fazer, sinto muitas dores o dia inteira, minha vida mudou, não consigo mais trabalhar.

    preciso de ajuda

    Patrícia Andrade da Costa
    E-mail; Patyandrade577@gmail.com
    Whatsapp: (94) 99207-3308

    ResponderExcluir
  54. Não vejo soluções para mim,apenas quero coragem para acabar com minha vida de dor infinita,não aguento mais quero descansar eternamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO PENSE ASSIM ... CONVERSE COM DEUS TENHA FÉ ...PRA MIM NÃO TEM SIDO FACIL TBEM

      Excluir